Blog

Os olhos também comem

Ela vem buscar um pacote de açucar à mãe.

É a mais pequena de três irmãs mas é muito despachada, apesar de nem ter entrado ainda para a 1ª classe *

Cada vez que vem com uma das irmãs ou com a mãe, puxa-lhes sempre as camisolas, falando baixinho, pedindo um bombom

É gulosa e não tem vergonha!

Hoje que a apanhei sozinha, fiz-lhe o troco e dei-lhe um chocolatinho envolto em prata cor-de-rosa.

Os olhos negros de azeitona galega sorriram, ainda que nada tenha dito.

Gosto de pensar que um dia mais tarde, quando crescer, se irá lembrar da mercearia onde de vez em quando, lhe ofereciam bombons.

*(sim, em Marvão as crianças ainda podem ir aos mandados às mães sem que estas fiquem com medo)

Este post tem 2 Comentários

  1. Que viagem que esta história me fez fazer…deliciosa! 🙂 Eu também ía aos mandados à minha mãe, com a idade da protagonista desta história. O merceeiro, Sr José Mariano, também me dava rebuçados que punha em cima do balcão, no limite do que eu conseguia alcançar. Eu esticava-me até o agarrar e quando o conseguia ele garantia-me que aquele exercício era muito bom para crescer!
    Garantidamente, essa menina, vai lembrar-se desse chocolate que daqui a umas décadas lhe vai saber pela vida. Bem-haja! 🙂

  2. Muito bem organizado este blog, a mercearia muito bonita e decorada, as prateleiras mesmo á antiga, adorei, junto com a simpatia e generosidade dos proprietários o que faz desta mercearia um local a visitar. Numa escala de 0 a 10 eu pontuo 20, louvável esta iniciativa.

Deixe o seu comentário